WEBMOTORS

dezembro 1, 2009

Novo CrossFox

Modelo vem menos cheio de exageros estéticos e, completo, custará R$ 61 558

A chegada da versão aventureira do Fox há 4 anos fez com que o modelo ganhasse, na época, 44% a mais de participação em seu segmento graças à nova roupagem, estilo que caiu no gosto do brasileiro com a investida pioneira da Fiat na “arte” de incrementar com apelo off-road seus automóveis de passeio. Leia a matéria completa!

Nada mais justo, então, que a Volkswagen concedesse atenção especial à segunda geração do CrossFox. Nas palavras da marca, os clientes do hatch evoluíram e passaram, além de pedir atributos como “espírito aventureiro” e “funcionalidade”, cobrar qualidades extras no modelo, tais como “elegância” e “conforto”. Com o pedido anotado, a equipe brasileira de desenvolvimento da VW tomou como base as novidades estéticas introduzidas no Fox G2, mas, como você observa nas imagens, não exagerou nos plásticos para transmitir uma sensação de falsa robustez.


Em relação ao Fox comum, o novo CrossFox é 9 cm mais alto, incluindo nessa conta o rack de teto. Na dianteira, não há mais quebra-mato embutido no para-choque dianteiro, o qual passa a ostentar uma ampla tomada de ar com grade em formato colméia e novos faróis auxiliares. A grade superior tem pintura preto brilhante, enquanto os faróis ganharam dois filamentos para substituir o de neblina da geração anterior, resultando em um ganho de 50% em luminosidade.


Mas o grande destaque vai para a traseira. O novo suporte de estepe
passa a ser fixado no para-choque e deixa de ser ancorado na lateral, o que diminuiu a necessidade de reforços estruturais. No CrossFox 2010, o motorista pode destravá-lo por meio de um botão na cabine e, ao deslocar a roda para a esquerda, a tampa do porta-malas se abre automaticamente. Por medida de segurança, um aviso sonoro e outro luminoso alerta o condutor quando o estepe não está devidamente recolhido. Além disso, o para-choque incorporou retro-refletores e lanterna de neblina além de uma faixa na tonalidade Prata Satin para acabamento do conjunto.

O interior, agora mais requintado, tem como principal diferença ao que já foi apresentado no Fox 2010 o tecido especial para os bancos com a tecnologia embossed, que permite embutir formas especiais nos assentos. A manopla do câmbio recebe o grafismo “cross” e é possível adquirir opcionalmente o Módulo Couro para o revestimento interno por R$ 3.448.


Na versão de entrada, que partirá de R$ 45 549, o CrossFox é equipado com rodas de aço aro15”, direção hidráulica, banco traseiro corrediço, computador de bordo, sistema I-System, trio elétrico e volante com regulagem de altura e profundidade. O valor pode alcançar os R$ 61 558 caso o interessado coloque todos os opcionais disponíveis, dentre eles teto solar (R$ 2.032), ar-condicionado (R$ 3.841), MP3 player com Bluetooth e entradas auxiliares (R$ 1 000), volante multifuncional (R$ 286) além do airbag duplo e ABS (R$ 2.850 os dois dispositivos). O preço ainda pode sofrer um acréscimo dependo da escolha entre as 11 cores disponíveis, sendo que as metálicas adicionam R$ 945, as perolizadas R$ 1.410 e as exclusivas Laranja Atacama das fotos e Amarelo Ímola pedem um investimento de R$ 1.701.

Dinamicamente o CrossFox oferece um bom compromisso entre conforto e esportividade. Apesar da altura maior, a suspensão mostrou que segura bem a carroceria mesmo quando solicitada em curvas mais fechadas, transmitindo segurança para quem conduz o veículo. O bloco 1.6 VHT Total Flex se mantém como a escolha na medida para o hatch. Graças aos seus 104 cv de potência a 5 250 rpm e 15,6 kgfm de torque a 2 500 rpm o CrossFox acelera de 0 a 100 km/h em 11s e alcança um consumo médio de 8,9 km/l, segundo medições da VW com álcool. O câmbio é o tradicional MQ 200 com funcionamento suave e preciso, sendo que uma opção com a caixa manual automatizada ASG não está nos planos, pelo menos por enquanto, para o recém-lançado CrossFox.

Com 110.950 unidades emplacadas da dupla Fox/CrossFox no acumulado até outubro deste ano, segundo dados da Fenabrave, a variante com apelo off-road se firma como um produto importante na estratégia da VW para retormar a liderança de mercado. Agora, com grande parte dos problemas crônicos do primeiro Fox resolvidos, a gama tem tudo para alçar voos mais altos entre seus principais concorrentes.

Não deixe de comentar!

Adaptado de: Carro Online

Leia também:

Nova VW Saveiro vem com força total!
Venda da Saab é certa
Novo Tucson tem desenho revelado
Aston Martin Rapide
Família Pininfarina vende estúdio
10 Dicas para entrar na trilha
Golf em edição limitada a 50 unidades
Novo BMW 118i vem para ser o mais acessível da marca!

Anúncios

2 Comentários »

  1. A VW acertou, desta vez, neste lançamento. O carro tem um visual ‘clean’ sem exageros nos plásticos externos e um interior funcional e bonito. E, esta nova planilha de cores (de costume europeu, a saber: com cores como esta da foto) deixam o veículo em questão ainda mais bonito (se bem que tais cores não apresentam uma identidade do gosto brasileiro que se limita no prata e no preto.) – Vamos só aguardar e torcer para que esta nova “fornalha” de lançamento não venha com os terríveis recall, que agoar virou uma constante em todas as marcas.

    Comentário por Vilsiney Figueiredo — dezembro 11, 2009 @ 6:46 pm

  2. Quando vai lançar a nova parati

    Comentário por francis — fevereiro 1, 2010 @ 11:21 am


RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: