WEBMOTORS

abril 14, 2009

MINI Cooper cobra caro!

Filed under: CARROS — Tags:, , , , , , — Pedrão @ 12:44 pm

Depois do smart, compacto inglês traz “onda urbanóide” às ruas brasileiras

mini_painel_inteira_640x4081A tendência hoje, com “consciência ambiental” e  preocupação com o consumo dos “antigos”  beberrões é estilosa, compacta e, principalmente,  para o mercado brasileiro, cara. O pequeno MINI Cooper começou a ser importado ao país oficialmente pela BMW (dona da marca britânica) e  cobra  R$ 92 500 pela versão de entrada do “carrinho” , bem mais do que um Fiat Mille, que tem o mesmo comprimento; 3,69 m.

O perfil do comprador de um MINI é muito mais de dono de BMW que de proprietário de VW Golf em busca de autopromoção. No mercado nacional, o Cooper é o carro de quem pergunta primeiro “que cor você tem a pronta entrega?” para depois saber qual é o preço do objeto de desejo. É o mesmo caso do smart fortwo, que cobra a partir de R$ 57 900 por seus 2,69 m. Já bem mais barato que o modelo da BMW.

mini_abre_nova_640x4081

Será que vale a pena embarcar nessa tendência?

Enquanto os preços dessas miniaturas continuarem absurdos, esses carros são apenas para trazer status a seus donos, e o principal objetivo nem é lembrado, que é o de economia, melhoria do trânsito, do congestionamentos dos grandes centros e do querer realmente um mundo mais sustentável. A definição da BMW sobre o carro é que ele é “chique, extrovertido, inteligente, viajado e cosmopolita”, uma visão já claramente distante do principal objetivo. Que pena!

mini_traseira_640x408

Claro que o modelo é um excelente carro, então vamos esquecer um pouco a questão do preço e ver suas principais qualidades.

Os  modelos que chegam ao Brasil vem equipados com motor 1.6 16V de 120 cv por R$ 92 500 (manual) e R$ 98 500 (automático), há também o Cooper S e a perua Clubman S. Equipadas apenas com câmbio automático, essas versões atingem 175 cv graças ao auxílio de uma turbina e custarão R$ 119 500 e R$ 129 500, respectivamente.

mini_velocimetro_640x408

O modelo exótico, apresenta  bem no centro do painel um enorme ponteiro indicando a velocidade, e alguns comandos têm formas de acionamento pouco convencionais. O controle do vidro, por exemplo, é ligado por um tipo de interruptor. A posição de dirigir, apesar de boa é apertada.

O motor 1.6 16V de 120 cv a 6 000 rpm e 16,3 kgfm de torque a 4 250 rpm é bem disposto. O Cooper S, promete ser um foguete com seus 175 cv 5 500 rpm e 24,4 kgfm a apenas 1 600 rpm. De acordo com a marca, o Cooper acelera de 0 a 100 km/h em 9s1 e atinge 203 km/h, enquanto o Cooper S cumpre a prova em 7s1 e vai a 225 km/h. E ambos não gastam muito para isso: ainda segundo os números da fabricante na Europa (os dados devem mudar com o nosso combustível, que tem cerca de 25% de álcool), o consumo urbano na primeiro opção é de 14,4 km/l e chega a impressionantes 22,2 km/l na estrada, enquanto o esportivo marca 12,6 km/l e 19,2 km/l.

mini_lateral_640x408

O câmbio manual de 6 marchas (o automático também traz 6 velocidades e trocas sequenciais) deu o alerta de que o MINI talvez não seja carro para o dia-a-dia. A transmissão é precisa, mas a embreagem não é suave e os engates podem cansar em congestionamentos. Um dos destaques do pequeno é a direção: bem direta, ela é a maior responsável pela agilidade do carro fabricado exclusivamente na fábrica da MINI em Oxford para o resto do mundo.

mini_bancos_tras_640x408

Passageiros no banco de trás? Depende do tamanho. Quem tem mais de 1,70 m ficará com os pés apertados se os bancos dianteiros forem bem para trás, mas a cabeça não ficará batendo no teto, uma vantagem em relação a alguns hatches. Porta-malas? Só 160 litros no hatch e 260 na perua.

mini_clubman_tras_640x408

Bem equipado, o MINI Cooper traz de série ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, controlador de velocidade de cruzeiro, bancos de couro, rodas de liga leve de 16”, comando de voz, airbags frontais, laterais e do tipo cortina (na frente e atrás), controle de tração e estabilidade, freios ABS (antitravamento) com distribuição da força de frenagem, faróis de xenônio duplos, computador de bordo, alarme na chave e ignição por meio de um botão no painel, entre outros. As versões S e S Clubman contam com o mesmo pacote e trazem a mais os pneus run-flat (que permitem ao motorista rodar até um ponto de assistência no caso de um furo) e as rodas de 17”.

mini_clubman_nova_640x408

Leia também:

Conheça a motocicleta com maior capacidade cúbica do mundo!
Reajuste no preço da NXR Bros 2009
Carros pretos dominam as vendas
Nova Zafira
Nissan 370Z Nismo e Roadster
Novo Grand Cherokee é revelado
Interior do Mercedes SLS AMG é revelado
Moto de três rodas, será que ela existe?
GM está preparada para falir, admite presidente
Meio carro meio moto, conheça o Prodigy
Nova Ferrari F 450 sem camuflagem!
Veja as marcas premiadas do ano!
Superesportiva mais cara do mundo!
Nova Bros finalmente nas lojas!
BMW X1 é flagrado com poucos disfarces!
BMW revela oficialmente o X5M e o X6M
Tabela de preços Yamaha após a redução de Cofins
Não basta ter um Veyron, tem que ser de OURO!
Diretor esportivo da McLaren é afastado!
A maior moto do mundo!

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: