WEBMOTORS

março 6, 2009

Punto Turbo tocando o terror!

Punto Turbo batendo racha com outro! Veja o vídeo

Veja o desempenho do novo esportivo nas pistas

53_punto_t-jet_640x408

Este é o Punto ideal. Ainda que o espirro do turbocompressor seja sutil, a versão T-Jet, lançamento da Fiat, empolga com seus 152 cv a 5 500 rpm e 21,1 kgfm de torque a 2 250 rpm. Como todo carro turbo, a arrancada deste “quase Abarth” é forte, e o rendimento do motor merece longas estradas para acelerar. Diferente da versão européia, assinada pela preparadora italiana Abarth, que utiliza o mesmo coração turbinado, o brasileiro tem visual diferente e uma preparação de câmbio e suspensão mais contida. Não que isso seja ruim. Muito pelo contrário, o mesmo conjunto equipa refinados carros da marca, como 500 e Bravo, que migram para a tendência downsizing de diminuição da cilindrada do propulsor e aumento da potência e economia pela turbina. Ponto para o Punto, que estréia na versão esportiva por R$ 59 500.

Com uma posição de dirigir privilegiada, as versões 1.4 e 1.8 do hatch já sugeriam momentos de maior adrenalina. O nível de equipamentos opcionais também já era interessante, oferecendo navegador GPS e diversas funções multimídias que permitem até mesmo falar com o carro. Mas faltava uma resposta do motor, satisfação dada no T-Jet com seu bloco 1.4 16v turbo com 1 bar de pressão que, segundo a Fiat, permite acelerar de 0 a 100 km/h em 8s4 e atingir 203 km/h de velocidade máxima, deixando seus irmãos mais fracos comendo poeira. No teste da revista CARRO de março, que já está nas bancas, o modelo cravou 9s2 para atingir os 100 km/h.

Na versão esportiva, o desempenho e agilidade aguçam os sentidos. Os bancos concha de couro formam um empolgante trio com volante e câmbio, muito superior ao Punto “comportado”. Extravagante, o modelo é oferecido nas cores amarela, branca, preta e vermelha e chama atenção na rua. As linhas da carroceria assinadas por Giorgetto Giugiaro são adornadas com molduras nos paralamas, aerofólio traseiro e rodas de 17’’ iguais às aplicadas ao puro sangue italiano Punto Abarth no Velho Continente.

Teto solar é destaque entre os opcionais

Como itens opcionais, o carro ainda pode ter teto solar elétrico Skydome, que traz o sol e o vento para as duas fileiras de bancos, e airbags do tipo cortina e de proteção lateral, que podem ser aliados aos frontais, vindos de série. Também chamativa, a cor do painel segue o tom da pintura externa, o que pode fazer muitos consumidores optarem pela versão preta, que oferece o visual mais harmonioso. A lista de opcionais ainda dispõe de ar-condicionado digital e sensor crepuscular e de chuva, além do espelho retrovisor interno com função eletrocrômica, que “filtra” o farol alto de quem vem atrás.

Outra vantagem do carro são os freios a disco com ABS (antitravamento) e distribuidor da força de frenagem nas quatro rodas. Porém, ainda que a brecada seja forte, a traseira balança e merece atenção no caso de uma adversidade. O ponto franco talvez ocorra por causa da suspensão traseira um pouco macia. No entanto, o mesmo motivo de discórdia transmite bastante segurança na situação contrária, com o pé no fundo do acelerador. Pisando forte, o Punto T-Jet é bom de curva e estável na turbulência de retas em alta velocidade.

A pior hora talvez seja o momento da revenda do carro. Quem gosta de esportivos não tem pé leve, e, se a manutenção não for realizada de acordo com as indicações da marca, a vida útil do veículo fica limitada. Criado esse estigma, esportivos costumam desvalorizar de forma drástica no mercado de carros usados.

Sem um rival direto, o hatch é um potencial concorrente para o Honda Civic SI, R$ 37 495 mais caro contra a versão básica do Punto T-Jet. Totalmente equipado, o preço do Punto turbo sobe acima da casa dos R$ 67 000, ainda abaixo do sedã japonês, que justifica seu preço do alto de seus desempenho significativamente superior. Outro oponente seria o Golf GTI com seu motor 1.8 Turbo da Audi, mas a Volkswagen anunciou em fevereiro o fim da linha de montagem da versão. Que venha então o Gol GTI!

Adaptado de terra.com.br

Leia também:

Strada cabine dupla já roda em testes
Adeus “tanquinho” de gasolina
Yamaha XT 660R
Yamaha XTZ 125X
Novo Polo é apresentado pela Volks
Mercedes-Benz GLK 280: O encara tudo da marca alemã
Nova Meriva em testes
Polo BlueMotion promete beber até 30% menos
Fotos da possível Nova YBR 150

Nova Ranger é apresentada pela Ford
Nova Saveiro com cabine estendida se chamará Arena
Gran Venture é o nome da nova Fiat Strada cabine dupla!
Nova Lander 2009 Yamaha XTZ 250
Nova XTZ 250X Motard 2009
Nova XR 250 Tornado!
Nova Twister, ou seria kriva?
Novo Uno e projeto Viva
CG Titan 2009 faz mais de 40 km/

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: